domingo, dezembro 02, 2007

MAGIK MARKERS- Boss

O MAGIK MARKERS é uma banda praticamente desconhecida fora do circuito indie americano, mas em breve é possível que essa injustiça seja revertida. Formada em 2001 por Elisa Ambrogio(g,v), Pete Nolan(d) & Leah Quimby(b) e com um início de carreira marcado pelos CD-Rs distribuídos nos shows, eles chamaram a atenção de ninguém menos que Thurston Moore, guitarrista do SONIC YOUTH, e em 2004 abriram a turne americana dos criadores de Daydrean Nation. Após assinaram com o selo de Moore, Ecstatic Peace, lançaram em 2006 três cds de boa repercussão e a percepção das fontes do som da banda em SONIC YOUTH, AMOL DULL II, VELVET UNDERGROUND & MARS. No início deste ano Quimby deixou a banda que passou a ser um duo e teve a colaboração de outro membro do YOUTH, Lee Ranaldo, na produção de se mais recente disco, Boss. O começo do disco com Axis Mundi já dá as credenciais de um som nervoso e denso, mantido e acelerado na sequência por Body Rot(a mais SONIC YOUTH do álbum). As canções depressivas aparecem Last of the Lemach Line, na bela Empty Botties(com destaque para os vocais de Ambrosio) e em Four/ The Ballad for Harry Andstrom. A urbana Taste é outro bom momento do disco. Circle fecha o disco em um clima viajante e denso. Um bom disco, com alguns momentos inconstantes, mas que não é mera cópia de seus descobridores, sabendo construir um clima para seu som, e tem com certeza motivos para ser escutado. Boa diversão.

3 comentários:

gerson sicca disse...

ontem foi triste. Aos 43 min do segundo eu achei q o xavante iria detonar o caxias.

dAKOTA disse...

thanks so much very interesting record I never heard about that one great
continu your good job and
take care
dAKOTA
dakoweb.blogspot.com

kid vinil disse...

oi rogerio,
realmente tá dificil fazer uma lista dos melhores, mas já decidi fazer duas listas a indie pop e a lado b, cada uma com 50 discos, vou publicar esta semana. O pior é que ainda to descobrindo discos novos e bons e pelo jeito vc também, abs