quarta-feira, dezembro 31, 2008

FLEET FOXES

E para encerrrar o ano de 2008 não podia faltar uma postagens do FLEET FOXES, um dos grupos com maior destaque ao longo dos últimos 12 meses. vindos de Seattle, contratados da Sub Pop, eles conseguiram abrir novas caminhos ao folk com seu aclamado primeiro cd. Destaques em várias listas de melhroes do ano, eles tem tudo para consolidar seu trabalho em 2009. Para você curtir a banda fica um vídeo da recente apresentação deles no programa de Conan O´Brien, com a música English House. Os links para baixar o cd homônimo de estréia e o Ep Sun Giant estão nos comentários. Boa diversão.



Fleet Foxes from caleb plain on Vimeo.

sexta-feira, dezembro 26, 2008

IDA MARIA

Os países da escandinávia sempre apresentaram ao mundo grandes nomes rock, em seus mais variados estilos. O país dessa região que talvez tenha a menor expressão em novos talentos é a Noruega(salvo no true Norwegian Black Metal). Felizmente essa realidade vem mudando e nomes como DATAROCK colocaram o país no circuito do pop-rock internacional. O mesmo vale para a cantora IDA MARIA, que lançou neste ano seu primeiro cd, intitulado Fortress Round My Heart. Com bons rocks ela foi um dos destaques do ano, como vocês podem perceber pelo vídeo da ótima I like you so much better when you're naked. O link para baixar o cd está nos comentários. boa diversão.




Ida Maria - I like you so much better when you're naked from joseyyo on Vimeo.

quinta-feira, dezembro 25, 2008

WHITE DENIM

Nos tempos de inúmeros "vazamentos" pela net, fica praticamente impossível colocar no blog todos os álbuns legais que são lançados ao longo de um ano. Por isso escolhi esse final de ano para indicar bons discos que passaram em branco por aqui. E uma ótima dica é o trio de Austin chamado WHITE DENIM, que lançou em junho o álbum Workout Holiday. A banda tem um pé firme na garageira do MC5, STOOGES e outro no som de grupos como MISSION OF BURMA, VELVET UNDERGROUND e HIVES, resultando num álbum com várias alternâncias musicais e muita criatividade. só para dar um aperitivo do som do grupo deixo o vídeo de Shake Shake Shake. o link para baixar está nos comentários. Boa diversão.


WHITE DENIM - Shake Shake Shake from ACIDBIRD on Vimeo.

quarta-feira, dezembro 24, 2008

THE HOLD STEADY

O HOLD STEADY fez, para mim, um dos grandes álbuns de 2008(foi postado aqui no blog). Dá uma conferida no vídeo de Stay Positive para ver o que estou falando. Boa diversão.

terça-feira, dezembro 23, 2008

SOLDOUT- Cuts


A Bélgica nunca foi um país expoente dna cena rock ou eletrônica na europa, mas neste século XXI boas bandas tem saído de lá. A mais conhecida, no circuito do electro-rock, é o VIVE LA FETE, dupla que obteve reconhecimento em vários países. inclusive o Brasil. Também posso citar o GOOSE, outro nome forte da cena electro e, minha mais nova descoberta, o SOLDOUT, que neste ano lançou o álbum Cuts, com boas canções para animar uma pista de dança. Formada em Bruxelas, pela dupla David e Charllote, com influências de NEW ORDER, PJ HARVEY, vários elementos de New Wave/Pop e pitadas experimentais/psicodélicas, o SOLDOUT tem todos os requisitos para destacar-se nos festivais europeus do próximo verão. O disco abre com a ácida e sugestiva The Call, segue para The Last Ride(ideal para um remix), e emenda a paulada The Box. Aqui já dá para notar que David & Charllote não estão para brincadeiras, pois Cuts é um dos bons lançamentos, na praia do electro, do ano. One Word and the Next tem o clima perfeito para as melhores pistas. Outros destaques são Mysteries, The Cut, The Darkest Night e Midnight Express. Cuts é uma das boas surpresas desse final de ano, com músicas que cumprem perfeitamente seu objetivo: fazer todo mundo dançar. O SOLDOUT acerta em cheio com esse petardo e pode se firmar como um dos destaques da nova e empolgante cena elctro-rock que surge pelos quatro cantos do planeta. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão

segunda-feira, dezembro 22, 2008

CUT COPY

A qualidade das bandas australianas é inquestionável e o CUT COPY teve em 2008 seu ano de glória, emplacando vários hits e comandando, mais uma vez, a cena electro-pop da terra dos cangurus. Ficam aí dois vídeos da banda, tocando as músicas Hearts on Fire e Lights and Music, escolhidas para dar uma amostra do poder dos rapazes. O link para baixar o ótimo cd In Ghosts Colors está nos comentários. Boa diversão.




Cut Copy - Live on rove from Ewan MacLeod on Vimeo.

quarta-feira, dezembro 17, 2008

AS 100 MELHORES DE 2008 para o PITCHFORK

Já fiz minha lista de dez discos de 2008, enquanto milhões de outras surgem pelos quatro cantos da net. É complicado elaborar uma seleção e, para mim, ela sempre reflete o momento em que foi elaborada. Fazer lista de melhores músicas é mais complicado ainda, pois aquela canção que passou batida num dia, no outro pode revelar-se como surpreendente e provocar aquela vontade de escutá-la inúmeras vezes. Assim vou deixar a lista de 100 melhores do ano do PITCHFORK, site que é uma bíblia no quesito indie rock. Ah, para matar a curiosidade fica o vídeo de Blind, do HERCULES AND LOVE AFFAIR, eleita a melhor canção do ano. Boa diversão.


100 Girls - "Hellhole Ratrace"
99 Final Fantasy - "The Butcher"
98 The Magnetic Fields - "The Nun's Litany"
97 Buraka Som Sistema (Feat. M.I.A. and DJ Znobia) - "Sound of Kuduro"
96 Empire of the Sun - "Walking on a Dream"
95 Friendly Fires (Feat. Au Revoir Simone) - "Paris (Aeroplane Remix)"
94 WHY? - "Fatalist Palmistry"
93 Atlas Sound - "River Card"
92 Born Ruffians - "I Need a Life (Four Tet Remix)"
91 Jamie Lidell - "All I Wanna Do"
90 Sic Alps - "Message From the Law"
89 Ponytail - "Celebrate the Body Electric (It Came From an Angel)"
88 Low Motion Disco - "Things Are Gonna Get Easier"
87 The Veronicas - "Untouched"
86 Los Campesinos! - "Sweet Dreams, Sweet Cheeks"
85 Osborne - "16th Stage"
84 Beach House - "Gila"
83 Titus Andronicus - "Upon Viewing Brueghel's 'Landscape With the Fall of Icarus'"
82 Solange - "Sandcastle Disco"
81 Love Is All - "Wishing Well"
80 The Bug (Feat. Warrior Queen) - "Poison Dart"
79 Ida Maria - "Oh My God"
78 Frightened Rabbit - "The Modern Leper"
77 Telepathe - "I Can't Stand It"
76 Justice - "DVNO (Radio Edit)"
75 Little Boots - "Stuck on Repeat"
74 Wale - "The Kramer"
73 Goldfrapp - "A&E"
72 Fleet Foxes - "Blue Ridge Mountains"
71 Sigur Rós - "Gobbledigook"
70 Rihanna - "Don't Stop the Music"
69 Portishead - "The Rip"
68 Four Tet - "Ribbons"
67 Young Jeezy (Feat. Kanye West) - "Put On"
66 Lykke Li - "Dance, Dance, Dance"
65 Max Tundra - "Which Song"
64 The Whitest Boy Alive - "Golden Cage (Fred Falke Remix)"
63 The Very Best - "Kamphopo"
62 The Tough Alliance - "Lucky"
61 Q-Tip - "Gettin' Up"
60 Crystal Castles - "Courtship Dating"
59 The Dodos - "Fools"
58 Annie - "I Know UR Girlfriend Hates Me"
57 High Places - "From Stardust to Sentience"
56 Vampire Weekend - "Oxford Comma"
55 Usher (Feat. Young Jeezy) - "Love in This Club"
54 Lykke Li - "Little Bit"
53 Be Your Own Pet - "Becky"
52 Ricardo Villalobos - "Enfants (Chants)"
51 TV on the Radio - "Golden Age"
50 Invisible Conga People - "Cable Dazed"
49 Jay Reatard - "Always Wanting More"
48 Spiritualized - "Soul on Fire"
47 Alphabeat - "Fascination"
46 M83 - "Graveyard Girl"
45 Antony and the Johnsons - "Shake That Devil"
44 Hot Chip - "One Pure Thought"
43 Kelley Polar - "Entropy Reigns (In the Celestial City)"
42 Nick Cave and the Bad Seeds - "Dig!!! Lazarus, Dig!!!"
41 No Age - "Sleeper Hold"
40 T.I. [ft. Rihanna] - "Live Your Life"
39 Kanye West - "Love Lockdown"
38 TV on the Radio - "DLZ"
37 Big Boi [ft. Raekwon and André 3000] - "Royal Flush"
36 Arthur Russell - "I Couldn't Say It to Your Face"
35 Shearwater - "The Snow Leopard"
34 Fuck Buttons - "Sweet Love for Planet Earth"
33 Animal Collective - "Street Flash"
32 Crystal Castles - "Untrust Us"
31 Aeroplane [ft. Kathy Diamond] - "Whispers"
30 MGMT - "Time to Pretend"
29 Vampire Weekend - "M79"
28 No Age - "Eraser"
27 T.I. - "No Matter What"
26 The Walkmen - "In the New Year"
25 The Hold Steady - "Constructive Summer"
24 Gang Gang Dance - "House Jam"
23 Beyoncé - "Single Ladies (Put a Ring on It)"
22 Santogold - "Lights Out"
21 Hercules and Love Affair - "Hercules' Theme"
20 The Juan MacLean - "Happy House"
19 Vivian Girls - "Where Do You Run To"
18 Women - "Black Rice"
17 Wiley - "Wearing My Rolex"
16 The Mae Shi - "Run to Your Grave"
15 Amadou and Mariam - "Sabali"
14 Lil Wayne - "A Milli"
13 Kanye West - "Flashing Lights"
12 Cut Copy - "Out There on the Ice"
11 David Byrne and Brian Eno - "Strange Overtones"
10 Estelle [ft. Kanye West] - "American Boy"
09 Portishead - "Machine Gun"
08 Air France - "Collapsing at Your Doorstep"
07 Cut Copy - "Hearts on Fire"
06 Deerhunter - "Nothing Ever Happened"
05 M83 - "Kim & Jessie"
04 Santogold - "L.E.S. Artistes"
03 Hot Chip - "Ready for the Floor"
02 Fleet Foxes - "White Winter Hymnal"
01 Hercules and Love Affair - "Blind"

terça-feira, dezembro 16, 2008

THE LAST SHADOW OF PUPPETS

O LAST SHADOW OF PUPPETS, projeto paralelo de Alex Turner(cabeça do ARTIC MONKEYS), lançou este seu primeiro álbum e acabou sendo ignorado aqui no blog. Não foi por falta de qualidade, como vocês podem conferir no vídeo de The Age of Understand. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.


domingo, dezembro 14, 2008

MELHORES DE 2008- INTERNACIONAIS

Bem, final de ano chegando e surgem as "famosas" listas dos melhores dos lançamentos musicais dos últimos doze meses(em tempos de internet esse critério já não é tão absoluto assim). Com o imenso número de lançamentos que "vazam" na net fica praticamente impossível conseguir ouvir todos os discos que poderiam fazer parte desta lista. Assim escolhi como critério alguns que comentei aqui no blog e outros que me chamaram a atenção ao longo do ano. Como sempre fiz uma seleção de 10 e, por esse motivo, vou deixar alguns grandes álbuns de fora e colocar outros que muitos não devem ter ouvido falar ou escutaram muito pouco, mas essa é apenas mais uma lista da milhares que pipocam nos blogs e sites. Ficam aí meus escolhidos:
BLACK MOUNTAIN- In the Future
OF MONTREAL- Skeletal Lamping
NICK CAVE AND THE BAD SEEDS- Dig!!! Lazarus, dig!!!
THE HOLD STEADY- Stay Positive
BLACK GHOSTS- Black Ghosts
GNARLS BARKLEY- The Odd Couple
NO AGE- Nouns
TV ON THE RADIO- Dear Science
PORTISHEAD- Third
DEPARTMENT OF EAGLES- In Ear park

quarta-feira, dezembro 10, 2008

LITTLE JOY

Já postei aqui o cd do LITTLE JOY mas com um clipe gravado ao vivo e com má qualidade. Agora fica o primeiro clipe oficial, da música No One´s Better Sake. Boa diversão

domingo, dezembro 07, 2008

PSYCHIC TV- Mr. Alien Brain vs. the Skinwalkers

Já no apagar das luzes do ano de 2008, e com várias listas de melhores lançamentos do ano pipocando pela net(a deste blog em breve também estará no ar), ainda exitem discos capazes de destaque por sua qualidade. Falo do mais recente álbum do PSYCHIC TV, intitulado Mr. Alien Brain vs. the Skinwalkers, que é uma pérola de viagens psicodélicas e belas melodias pop. Primeiro lançamento após a morte Lady Jaye, esposa e musa inspiradora de Genesis P-Orridge, líder da banda, este trabalho merece destaque na longa carreira do grupo, formado em 1979 por Genesis, Peter Christopherson e Alex Ferguson. Mesclando estilos como experimentalismos, industrial e psicodelia, a banda tem uma extensa discografia, com alternância de suas influências e altos e baixos permeando seus álbuns, mas é inegável que Mr. Alien... figura entre as melhores coisas que fizeram recentemente(de 1998 para cá). O álbum abre com The Thin Garden, curta canção instrumental, emendada pela viajante No Good Trying que lembra os melhores momentos do VELVET UNDERGROUND. Trussed traz um clima sombrio ao disco e pode irritar aos ouvidos mais acostumados ao pop grudento. Papal Breakdance tem uma bela melodia e é candidata a aparecer nas programações das melhores rádios indies da net. Foggy Notion & N.Y. Story são bons momentos do álbum. I am Making a Mirror é a faixa mais emocionante do cd com os vocais de Lady Jaye sussurrando os emocionantes versos dessa triste canção. O cover, gravado ao vivo, de Rollercoaster(do 13TH FLOOR ELEVATORS) fecha o disco em grande estilo. Uma das boas surpresas desse final de 2008, Mr. Alien... é uma grande homenagem tanto a Lady Jaye como a música, pelos belos momentos inseridos no disco. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

terça-feira, dezembro 02, 2008

MAFALDA


Para relembrar o início do blog fica uma tirnha da Mafalda, criada pelo genial Quino. Boa diversão.

segunda-feira, dezembro 01, 2008

DEPARTMENT OF EAGLES

Pra começar a semana um vídeo de um dos destaquees do ano, o DEPARTMENT OF EAGLES. Figurinha fácil na maioria das listas de melhores do ano, essa banda do Brooklyn merece o destaque dado pela imprensa. Confere nessa apresentação no Conan O´Brien e diz se não estou certo. Boa diversão.


quarta-feira, novembro 26, 2008

MALLU MAGALHÃES- Mallu Magalhães


Comentar o primeiro disco de sensação indie-adolescente-virtual MALLU MAGALHÃES pode ser uma tarefa ingrata, pois o policiamento, tanto no bom e no mal sentido, deve imperar. Falo isso em razão da controvérisa que move mídia e público desde que essa menina(ela tem 16 anos) colocou algumas músicas no seu myspace e, logo em seguida, virou sensação de blogs, festivais, revistas e tudo mais que se possa imaginar no meio indie. O engraçado de tudo isso, ao menos para mim, é que MALLU é uma adolescente(e assume claramente este estágio de sua vida) que estava querendo começar a tocar algo das canções que lhe motivavam(como vários ídolos pop um dia fizeram em suas vidas) para ter prazer. Da noite para o dia ela é o centro de atenções sobre sua influência nos adolescentes, sobre como alguém tão jovem tem influências tão maduras(ela cita JOHNNY CASH, BOB DYLAN & BEATLES), sobre seus shows, seu disco e seus namoros. Ou seja, estamos diante de uma Maísa adolescente! Na verdade para mim, tudo isso é a parte que o hype precisa para criar um novo fenômeno(como foi o caso da MALLU) e logo descartá-lo. Agora falando do primeiro cd, que tem como título o nome da cantora, fica uma sensação estranha e explico o motivo: o que torna a MALLU interessante é a simplicidade de suas interpretações e o jeito moleque como cantava nas músicas que circulavam na rede, pontos que simplesmente desaparecem no meio da boa produção do disco. Pode parecer um paradoxo, mas aqui uma boa produção tirou a originalidade e tornou um lançamento que podia ser interessante em mais do mesmo. Claro que o disco não é de todo ruim, com canções conhecidas(J1), boas regravações(como a do Vanguart) e novidades interessantes(O Preço da Flor). O problema é que tudo está muito certinho e falta aquela sensação de estar ouvindo uma menina, apaixonada por grandes ícones do rock, cantando canções no estilo de suas referências. Isso prejudica a carreira dela? Sinceramente não sei, pois acho prematuro ficar projetando um fracasso ou sucesso quando se está diante de alguém em amadurecimento, tanto pessoal como musical. Ah, mas tem um ponto positivo que niguém pode negar: se ela influenciar outros adolescentes a ouvir suas influências já terá prestado um serviço um milhão de vezes melhor que todos os emosrróida juntos. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

segunda-feira, novembro 24, 2008

BLACK MOUNTAIN

E um dos grandes nomes, na minha opinião, do rock da atualidade esteve tocando neste final de semana em terras brasileiras. Falo dos canadenses do BLACK MOUNTAIN, que desembarcaram no Goiania e SP Noise. Liderados pelo doidão Stephen McBean(líder dos também doidões PINK MOUNTAINTOPS), eles mostram como fazer um som recheado de referências(no caso a psicodelia e aos anos setenta), mas com muita originalidade. Para saber um pouco do show de sampa dá uma lida no Scream&Yell enquanto curte o vídeo de Night Walks. Ah, nos comentários tem o link para o segundo cd da banda, o sensacional In the Future. Boa diversão.


sábado, novembro 22, 2008

DEERHUNTER

Como um pouco de hype nunca é demais, fica um vídeo de uma das novas sensações do mundo indie. o DEERHUNTER(cortesia da Pitchfork.tv). Boa diversão.

sexta-feira, novembro 21, 2008

THAT GHOST- Young Fridays


Dentre as várias inovações criadas pela internet, a que mais me fascina é a total inexistência de fornteiras para explorar novidades musicais. Isso fica compravado quando se descobre uma banda de um homem/garoto só, que gravou o disco praticamente sozinho no interior dos EUA, a sua disposição para ser ouvido, "degustado" e compartilhado. Falo isso em relação ao primeiro cd do "grupo" THAT GHOSTS, intitulado Young Fridays. Esse projeto é capitaneado por Ryan Schmale, um garoto de 18 anos(uma possível versão MALLU MAGALHÃES born in USA), que cria um som com referências a ELLIOT SMITH e ROBERT POLLARD, aliado a atmosferas lo-fi capazes de fazer canções simples ficarem muito interessantes. O disco abre com a psicodélica  When There's No One Else To Sing To You Sing To Yourself, emendada por Open Windows, que tem clipe no Youtube e tudo mais, e é a canção mais pop do disco I Crossed Out The Options é outro destaque do cd, com sua marcação nervosa e melódica, assim como Never Have Fun, uma bela balada folk-pop. Outros destaques são Top Shelf, I Can't Help It And I Can't Stop It & Friends In Quotations. Esse disco do THAT GHOSTS foi uma das grandes satisfações do ano não por suas inovações instrumentais ou por ser rechaedo de hits, mas por mostrar como o talento tem cada vez mais um espaço democrático no mundo virtual. Que continue assim! O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

domingo, novembro 16, 2008

BURNING PILOT- Cold Caller

Nos dias atuais é engraçado vincular uma banda a uma gravadora. Agora, se for no caso da Transgressive Records, da Inglaterra, vale muito a pena fazer a ultrapassada ligação gravadora- banda. Falo isso porque o selo Transgressive tem tido importante papel na divulgação de novos talentos do pop/rock inglês da atulidade(lançou bandas como YOUNG KNIVES e FOALS. A primeira vez que prestei atenção nele foi quando do surgimento do SUBWAYS e depois em um post no site do Kid Vinil, em que ele fazia comentários elogiosos as bandas do selo. E para manter a escrita de qualidade das bandas do selo, indico hoje o primeiro cd do grupo BURNING PILOT, intitulado Cold Caller. A banda faz uma mistura de influências diversas, como THE FALL & STRANGLERS, para criar uma atmosfera bem interessante, mas que ainda precisa ser melhor lapidada. O disco abre com a dançante Acellerate, que não vai deixar você parado. Segue com outra paulada para as pistas, Case History, e emenda a oitentista Automatic Text Generator. A faixa-título vem um bom riff de guitarra e tem tudo para habitar a programação das melhores rádios rock do planeta. Outros destaques do álbum são Starter Pack, Moving Models e French Frank. No geral Cold Caller é um bom cd, um pouco inconstante, mas com músicas(Acellerate por exemplo) que apontam um futuro promissor ao BURNING PILOT. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

quarta-feira, novembro 12, 2008

R.I.P.- MITCH MITCHELL

Morreu nesta quarta um dos maiores baterisitas da história do rock, Mr. Mitch Mitchell. Conhecido por ser o homem capaz de acompanhar as loucuras sonoras de Jimi Hendrix, tanto na Experience como na Band of Gipsy, ele estava, recentemente, participando da tour tributo "Experience Hendrix". Considerado como um dos únicos bateristas capazes de comparação em técnica e vitalidade a Keith Moon, Mitchell é um mestre para gerações de músicos que tiveram inspiração no destaque que sempre impôs a bateria nas canções que executou. Como homenagem coloco um vídeo dele com Hendrix e outro com o ERIC CLAPTON, JOHN LENNON & KEITH RICHARDS no lendário Rock´n´Roll Circus.




segunda-feira, novembro 10, 2008

PLANETA TERRA- INDIE STAGE

E no sábado aconteceu em SP um dos eventos mais esperados do ano de 2008, a segunda edição do Planeta Terrra Festival. Após uma primeira edição, em 2007, que foi sensacional, o Festival tinha a responsabilidade de manter o nível. E conseguiu com folga. Hoje vou comentar sobre os shows que vi no palco Indie Stage. Por razoes de conveniência e economia de energias não vi BROTHERS OF BRASIL e o CURUMIN(vejo outra hora em uma quebrada por aí). Cheguei no meio do show do ANIMAL COLLECTIVE, trio americano que ao vivo faz um som muito louco, com excessos de sintetizadores e tambores. Dos vinte minutos que vi fiquei com duas sensações: eles tem talento, mas o som estava muito embolado e tornava algumas passagens muito cansativas. Após veio o FOALS, uma das sensações made in UK by NME. Banda empolgada, com músicas que ao vivo funcionaram bem, e ótima interação com o público. No geral um bom show(vi só metade, pois era simultâneo ao do JESUS & MARY CHAIN). Após uma pequena pausa viria o grande momento da noite: o show dos americanos do SPOON. Banda afiadíssima, canções sensacionais(como The Way We Get By e They Never Got You) e uma hora de catarse entre público e banda. Simplesmente senacional! E para encerrar a noite ainda tinha o BREEDERS, banda liderada por Kim Deal, eterna baixista dos PIXIES. E aí veio outro show de arrebentar, com clássicos pipocando de todos os lados(Cannonball levou a platéia ao delírio) e um público que lotou o galpão indie para reverenciar a banda e saiu com um sorriso de orelha a orelha. Perdeu por muito pouco para o SPOON no quesito melhor show. Para dar uma mostra ficam alguns vídeos dos shows-cortesia by Alexandre Matias do Trabalho Sujo, Daiana Vidal & Pílula Pop). Boa diversão.

BREEDERS- Fortunately Gone


SPOON- The Way We Get By


FOALS- The French Open


ANIMAL COLLECTIVE

sábado, novembro 08, 2008

SCHOOL OF LANGUAGE

Com a enxurrada de lançamentos do ano alguns acabam ficando esquecidos, meio naquela: depois eu comento(e esse depois nunca chega). Para suprir um pouco dessa falha, vou passar a comentar alguns bons lançamentos de 2008 que passaram batidos aqui no blog. E o primeiro cd do SCHOOL OF LANGUAGE é o primeiro a ser destaque nesta seção "esquecidos". Tendo como membro principal David Brewis(integrante do ótimo grupo FIELD MUSIC- que já esteve neste blog) , são incorporados no som da banda elementos de pop, indie e psicodelia para gerar um ótimo resultado, como pode ser visto em Sea from Shore. Para mostrar o poder da banda confira o vídeo da música Rocklist. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.



domingo, novembro 02, 2008

THE ALIENS

Na imensidão dos lançamentos que pipocam todos dias na rede fica impossível falar de tudo aquilo que tem qualidade. Foi o caso do mais recente disco do grupo THE ALIENS, intituladoLuna. O ALIENS tem como núcleo Gordon Anderson & John Maclean, ex-membros da sensacional BETA BAND, que, após o encerramento das atividades da banda, decidiram continuar com um novo projeto centrado no pop psicodélico. Luna reune canções dos mais variados estilos, indo das longas viagens com mais de dez minutos até pirações com menos de dois minutos. Só para sentir o climão do disco fica o clipe de Magic Man. Boa diversão.


quarta-feira, outubro 29, 2008

EAGLES OF DEATH METAL- Heart On


O que um disco de rock precisa para ser considerado bom? Apenas rock honesto e bem feito. Isso parece o óbvio do óbvio, mas para muitas bandas é algo inatingível. Felizmente o EAGLES OF DEATH METAL conseguiu acertar em cheio a fórmula em seu terceiro álbum. A banda ficou mais conhecida como o projeto alternativo de Josh Homme, líder do QUEENS OF THE STONE AGE e que aqui mostra seus dotes de baterista, e seu parceiro Jesse Hugues, mas com o lançamento de Heart On ela tem tudo para conquistar seu lugar ao sol. Mesclando as influências do rock dos anos 70(fase Sticky Fingers e Exile on Main Street dos STONES, hard rock e garagem), o EAGLES... faz um som com a marca da criatividade de seus líderes, com os ingredientes certos para agradar aos fãs de música, cerveja e mulheres. Anything´cept the Truth abre o disco em grande estilo, com um riff certeiro. Secret Planes é puro QOTSA, enquanto Prissy Prancin´ tem riffs na melhor escola de Mr. Keith Richards. High Voltage é o rock mirando a pista de dança, com riff e refrão pegajoso. Outros destaques do disco são Now I´m a Fool, Wannabe in LA, Heart On(outra com forte pegada stoniana), How Can a Man & Solo Flights. Certa vez Mick Jagger disse que o PRIMAL SCREAM estava STONES demais. Será que ela vai falar o mesmo do EAGLES OF DEATH METAL? O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

domingo, outubro 26, 2008

BIPOLAROID- E(i)ther Or

Uma das bandas mais cultuadas da história é o PINK FLOYD. Seja na fase SYD BARRET, Dark Side of the Moon ou The Wall, esses ingleses sempre despertam o interesse do público que gosta de música(e não só de rock progressivo). A recente morte do tecladista Rick Wright praticamente colocou fim as especulações sobre uma possível turnê mundial da banda e deixou milhares de fãs entristecidos com o que parece o fim definitivo de um dos maiores grupos da história. Mas enquanto alguns fãs choram outros formam bandas claramente inspiradas pelo FLOYD, como é o caso do BIPOLAROID. Liderada pelo cantor/guitarrista Ben Glover, a banda lançou seu primeiro cd, intitulado Transparent-Make Believe, em 2003, com forte mistura de psicodelia, garagem e pop. Seu segundo trabalho, E(i)ther Or, remete novamente as influências floydianas, mas acentua elementos de 13TH FLOOR ELEVATORS, SEEDS & GEORGE HARRISON em suas canções. A Day in the Life of a Raincloud abre o cd no melhor clima Piper at the Gates somado a garageira da california sessentista. Transparent-Make Believe remete ao álbum Opel de Barret. Outros destaques são Hallelujah, Fell Right Out of Bed, Spirilang Starcase & Jane Jubile. Um bom disco que aponta um caminho interessante a banda, mas mostra ainda ser necessário depurar um pouco as influências, principalmente nos vocais de Glover que lembram muito os vocais de Syd, para a banda encontrar seu próprio espaço e não ficar com o rótulo pejorativo de cópia do FLOYD(como ocorreu equvocadamente com o VIOLETA DE OUTUNO no Brasil). O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

quarta-feira, outubro 22, 2008

LITTLE JOY

E "vazou" o tão esperado primeiro cd do LITTLE JOY. Se você não sabe que banda é essa, basta dizer que seus integrantes são Rodrigo Amarante(LOS HERMANOS), Fabrício Moretti(STROKES) & Binki Saphiro. formado durante os hiatos das bandas de Amarante e Moretti, o LITTLE JOY divulgou três faixas em seu MySpace e, daí em diante, gerou a expectativa que agora está encerrada. Na verdade o álbum tem tudo para ser um sucesso, pois as melodias são bem cuidadas, no melhor estilo Amarante, riffs dos STROKES pigam em algumas músicas e a sensação de pop brasileiro cantado em inglês(apenas a canção Evaporar é em português) soa muito bem. Um bom disco, mesmo que esteja longe de ser um dos melhores do ano. Como mostra do som do grupo fica o vídeo de No One´s Better Shake ao vivo. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.




segunda-feira, outubro 20, 2008

SECRET MACHINES- Secret Machines

Muitas bandas modernas sofrem preconceitos quando são rotuladas como independentes, pois automaticamente é feita a associação com as bandas indies atuais. Isso, para mim, é uma tremenda bobagem e, muitas vezes, decorre do desconhecimento das novidades que estão sendo lançadas(como se a música de qualidade tivesse acabado na década de 60 e 70). Ouvir o trio SECRET MACHINES é uma ótima oportunidade para quebrar preconceitos e descobrir uma das carreiras mais interessantes dos EUA na atualidade. Formada em 2000, no Texas, mas com a carreira feita em New York, eles despontaram com disco de estréia Now Here is Nowhere. Mesclando influências de LED ZEPPELIN, FLAMING LIPS, PINK FLOYD & NEU! eles conquistaram respeito na nova cena psicodélica americana e estão lançando o seu terceiro cd, intitulado Secret Machines. Esse disco marca a estréia do guitarrista Phil Karnats(ex- TRIPPING DAISY) no lugar de Ben Curtis, indicando que a banda pode trilhar novos caminhos em seu som. O cd abre com Atomic Hells e seu climão pop/viajante. Have a Run tem como destaques as distorções é a cozinha no estilo do álbum anterior(Ten Silver Drops). Out The Walls are Starting to Crack traz o melhor da psicodelia e do progressivo do PINK FLOYD. Os onze minutos de The Fire is Waiting são a pedra ácida que faltava para fechar o cd. Como disco de transição na formação e caminho para novos sons esse álbum cumpre muito bem sua meta(mesmo sendo inferior a Now Here is Nowhere) de consolidar o som da banda. Pode não ser um dos destaques do ano, mas também está longe de ser um porcaria. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

quinta-feira, outubro 16, 2008

CHAD VANGAALEN- Soft Airplane

CHAD VANGAALEN é um dos expoentes da interessante cena pop canadense e, para satisfação dos fãs de música, lançou recentemente seu terceiro trabalho, intitulado Soft Airplane. Esse cantor, nascido em Calgary, começou a mostrar seu talento em 2004, com o lançamento do álbum Infiniheart, que trazia canções como Clinicaly Dead e o colocou dentre os destaques do novo pop canadense. Seu som tem influências de NEIL YOUNG, ELLIOT SMITH & BROKEN SOCIAL SCENE, aliados a canções introspectivas e interpretações intensas(uma das boas características de Chad). A balada Willow Tree abre o cd e mostra uma vocação natural para as boas rádios indies da internet. Inside the Molecules traz o climão NEIL YOUNG, principalmente no riff de guitarra e no vocais. Bare Feet on Wet Griptape tem o pé no indie/pop de bandas como BROKEN SOCIAL SCENE. Fronzen Energon encerra o cd com seu clima experimental, lembrando bons momentos do SONIC YOUTH. Outros destaques são TMNT Mask, Poisonous Head, Cries of the Dead e Molten Light. Mais uma vez Chad faz um trabalho competente, mesmo sem superar seu aclamado debut, e rechaedo com boas canções que o colocam entre os melhores cantores da nova geração e fazem de Soft Airplane uma boa dica para um final de tarde bucólico. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão

domingo, outubro 12, 2008

FORGOTTEN BOYS

Se você, assim como eu, é fã do bom rock garageiro, a dica é o novo cd dos paulistanos do FORGOTTENBOYS, Louva-a-Deus, lançado recentemente. Expoentes do indie nacional, formada no meio dos aos 90, a banda tem como núcleo Gustavo Riviera & Chuck Hipólito e chega, com este lançamento, ao quarto disco de carreira. Seguindo a linha do álbum anterior, Standy by the D.A.N.C.E., a eles alternam músicas em inglês e português. Para um aperitivo do som dos meninos deixo abaixo o clipe da primeira música de trabalho do novo cd, Quinta-Feira, e também o clipe de 5 mentiras, um dos destaques do álbum anterior. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Quinta- Feira




5 Mentiras

quinta-feira, outubro 09, 2008

LOS ALAMOS- El Fino Arte de la Venganza

O Brasil ainda tem muita coisa interessante para descobrir no rock argentino. Infelizmente as bandas e cantores da terra de gardel ainda não conseguiram um espaço digno do talento que os porteños criaram nas décadas de 60 para frente. Felizmente iniciativas de divulgação dessas bandas feitas pelo Senhor F, por alguns festivais independentes brasileiros(como o goiânia noise) e pelo acesso fácil propiciado na era da internet tem ajudado a suprir o vazio de anos dos bons sons argentinos. E a cena indie de la tem ótimas revelações, como o quinteto LOS ALAMOS. Mesclando influências de classic rock, NEIL YOUNG, SPIRITUALIZED, country, blues eles estão lançando o segundo álbum, intitulado El Fino Arte de la Venganza, que tem tudo para aumentar a fama e os fãs do grupo e expandir o som narco-country da banda(essa expressão foi criada pelos próprios músicos. Problemas abre o disco com uma bela levada country-rock, seguida pela bluseira Franco Nero Blues. Mala Semila é JOHNNY CASH puro e combina muito bem com os vocais em espanhol. Outros destaques são Blind Bird Blues, Lo Mas Bajo, La Respuesta & El Abarotador. Sabendo mesclar canções em inglês e espanhol, riffs de country e blues e uma origiinalidade muito peculiar essa é uma banda que vai agradar em cheio aos amantes do sons setentistas e mostrar a intensidade da nova cena argentina de rock. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

terça-feira, outubro 07, 2008

ANNUALS- Such Fun

Uma das primeiras bandas que comentei aqui foi o sexteto americano ANNUALS. Naquele post eles estavam lançando seu debut, Be He Me, que trazia belas canções, como a instigante Brother. A banda de Raleigh, Carolina do Norte, cresceu, lançou alguns Eps, foi escalada para importantes festivais do circuito americano e agora marcar sua volta com o lançamento de seu segundo cd, Such Fun. E essencialmente a banda mantém as influências de BEACH BOYS, FLAMING LIPS & BROKEN SOCIAL SCENE para criar um som pop inteligente e de personalidade, como revelam as 11 faixas do novo disco. Confessor abre o álbum num climão fm e tem destaque para os vocias de Adam Baker. Hot Night Hounds lembra em alguns momentos a latinidade do SANTANA. Talking remonta ao clima alegre do primeiro disco e pode ser definida como típica da sonoridade da banda. Hardwood flor é uma bela balada, com uma melodia ótima para viajar. The Tape lembra o YES do início dos anos 70. Ainda merecem destaques Blue Ridge e Wake, duas ótimas músicas para o encerramento do cd. Bem longe dos problemas dos "segundos discos" que tanto atingem os grupos da cena inglesa, o ANNUALS consegue criar um ótimo trabalho para agradar tanto os fãs antigos como os novos que certamente vão encontrar em such fun um belo momento da música pop em 2008. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

domingo, outubro 05, 2008

IF I WERE A CARPENTER

Você gosta dos CARPENTERS? Essa dupla americana formada pelos irmãos Karen e Richard Carpenter, iniciou sua carreira no começo dos anos 70 e acabou em 1983, com a trágica morte da Karen, sempre despertou sentimentos extremos, no estilo ame-os ou odeio-os. Certo mesmo é que ninguém fica imune ao som doce e cuidadosamente certo dessa dupla com a cara dos anos 70(e do chamado Soft Rock, como demonstra a lista do VH1. Isso é tão verdade que no ano de 1994 bandas do cenário independente resolveram lançar um tributo aos irmãos. No geral o disco é irregular, mas algumas versões merecem(como a do SONIC YOUTH e do GRANT LEE BUFFALO) ser ouvidas. Fica também o vídeo de Superstar com Thurston Moore e sua turma. O link para baixar o tributo If I Were a Carpenter está nos comentários. Boa diversão.


quinta-feira, outubro 02, 2008

PONEY EXPRESS

Todos que visitam o KATACULTURA sabem do gosto da casa pelo nova cena do rock/pop francês. Com uma pluralidade de bandas autorais, na maioria cantando no idioma primitivo da terra de Danton, e conceito visual bem interessante a França decididamente deixou de ser apenas o vizinho da Inglaterra quando o oassunto é música. E hoje a banda destaque, na verdade um duo, é o PONEY EXPRESS e seu cd Daisy Street. Com influências que vão de VIOLENT FEMMES, BELLE & SEBASTIAN e JOHNNY CASH eles criam um belo folk-pop, com personalidade própria, amparados por melodias certinhas e ótimas harmonias vocais. Canções como Les Avalanches, Les Femmes de Milkwaukee, Le Complex du Papillon, Les Pourquoi, Les Petit e Paris de Loin (confira o vídeo abaixo) mostram bem o potencial desse duo que reforça a qualidade da nova cena francesa. Fica também o vídeo de Cry, cover do grande JOHNNY CASH. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.


Paris de Lion


Cry

segunda-feira, setembro 29, 2008

GENTLEMAN JESSE AND HIS MEN- Gentleman Jesse and His Men

A fórmula perfeita para fazer um bom disco pop é perseguida por grande parte das bandas da cena indie. Por isso, pelo menos para mim, é dificil classificar o que é indie fora da idéia de ser um lançamento feito sem vínculos com grandes gravadoras(fato muito comum nos dias atuais) e com liberdade na produção. Inúmeras bandas podem ser enquadradas nesse conceito e muitas na essência buscam criar um bom pop, na linha dos BEATLES, CHEAP TRICK & ELVIS COSTELLO. Nessa praia que entra o quarteto de Atlanta GENTLEMAN JESSE AND HIS MEN. Com uma sonoridade fincada no que de melhor existe no power pop, eles lançaram recentemente seu primeiro cd, com título homônimo, recheado de belos petardos radiofônicos e assobiáveis, tendo tudo para figurar como um dos destaques desse ano. Abrindo com a sessentista Highland Crawler e, na sequência, emendando Black Hole(uma das melhroes do cd) eles já mostram ao que vieram. All I Need Tonight(is You) poderia estar em qualquer disco do início de carreira dos Fab Four ou dos KINKS. Outros destaques são Attention, the Rest of My Days, You Don't Have To (If You Don't Want To), Wrong Time & Put Your hands Together. Um disco cheio de referências ao clássicos do pop, mas com cara própria e sonoridade que nos faz esperar ainda boas novidades vindas dessa banda de Jesse Smith, ex-baixista dos CARBONAS(mas essa já é outra história...). O link para baixar está nos comentários. Boa Diversão.

sábado, setembro 27, 2008

DEERHOOF- The Tears and Music of Love

DARK CAPTAIN LIGHT CAPTAIN

Se você curte belas melodias em climas suaves e relaxantes o primeiro cd do sexteto inglês DARK CAPTAIN LIGHT CAPTAIN, intitulado Miracle Kicker, vai ser um prato cjeio para seu final de semana. Criando um sonoridade pop, na linha do KINGS OF CONVENIENCE, eles tiveram destaque na mídia com o primeiro ep, circles, e vão contiinuar em evidência com este lançamento que será lançado no mês que vem. Para tem um gostinho do cd fica o vídeo de Jealous Enemies, faixa que abre Miracle... e apresenta bem a linha trilhada pela banda. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.



quarta-feira, setembro 24, 2008

SUAVE AS HEEL

Aos que curtem um bom pop psicodélico o quarteto mexicano SUAVE AS HELL tem tudo para alegrar os momentos viajantes desse público. O álbum Well, Well, Mr. Whale traz ótijmas cnações com o clima certo entre o pop radiofônico e leves viagens ácidas, mesclando influências de BEATLES, FLAMING LIPS, VELVET UNDERGROUND & PAVEMENT. Um ponto fraco é que eles cantam em inglês e deixam o ouvinte na expectativa de como as boas melodias funcionariam em espanhol, mas mesmo assim vale dar uma ouvida. Abaixo você confere o vídeo de Susan´s Holidays. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

segunda-feira, setembro 22, 2008

THE DATSUNS- Headstunts

E como a música de qualidade não conhece os limites das fronteiras, tanto para ser criada como distribuída, o que é maravilhoso, vamos trazer uma das bandas neozelandesas de maior sucesso na América e na Europa, o quarteto DATSUNS, que está lançando no próximo dia 6 de outubro, seu mais recente cd, intitulado Head Stunts. Formada em 1996, na cidade de Cambridge, NZ, reunindo quatro apaixonados por Hard Rock e Garagem/Punk, eles chamaram a atenção da imprensa britânica, em 2002, sendo qualificados como "gênios". Não precisa tanto, mas que as influências de AC/DC, FREE, SONICS, BAD COMPANY & MC5 são muito bem condensadas para criar um rock cru e honesto, com forte pegada e riffs grudentos, isso ninguém pode negar. Headstunts é o quarto e provavelmente o melhor disco da carreira dos meninos. Abrindo com a nervosa Human Error, eles já apresentam as credenciais para esse disco ter destaque na discografia da banda: ótimos riffs e pegada muito forte, deixando os fãs do rock mais pesado com um sorriso de orelha a orelha. Daí pra frente todos os fãs da banda podem ficar tranquilos, pois canções como Hey! Paranoid People, Your Bones(com riffs iniciais semelhantes aos que Mr. Jimmy Page fez nas canções do álbum Presence), Yeah, Yeah, Just Another Mistake(e seu solo altamente setentista), So Long, Pity Pity Please, Highschool Hoodlums & Somebody Better(a grande homenagem do disco as longas canções viajantes do hard setentista), vão fazer deste um dos lançamentos do ano. Dessa vez os meninos da Oceania acertaram em cheio para fazer um ótimo álbum de rock, com uma verdadeira aula aos que querem manter viva a alegria e a energia de compor canções com ótimos riffs. Simplesmente sensacional! O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

quinta-feira, setembro 18, 2008

LADYHAWKE

Para provar que a música pop está realmente globalizada vou postar hoje o primeiro disco da cantora neozelandesa LADYHAWKE, com título homonimo e que está sendo muito aguardado nos EUA e Inglaterra. Fazendo um electro-pop luxuoso, na linha dos vizinhos do VAN SHE, ela mistura influências oitentistas como THE CARS & EURYTHMICS e mostra que está sintonizada com o melhor do som eletrônico atual e seu primeiro lançamento vem carregado de potenciais hits como Back of the Van, Dust Till Dawn e Paris is Burning(que você pode conferir no vídeo abaixo. Suas canções representam um pop bem feito e produzido e, se não são a inovação do ano, vão propriciar bons momentos de descanso aos que gostam de seu estilo. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Paris is Burning


domingo, setembro 14, 2008

COLD WAR KIDS- Loyalty to Loyalty


Uma das primeiras bandas que comentei aqui no blog foi o COLD WAR KIDS. Naquela época, final de 2006, descobri acidentalmente o som desse quarteto de Long Beach, através do cd Robbers & Cowards, e fiquei entusiasmado para escrever sobre aquele ótimo lançamento de uma banda desconhecida para mim. O tempo passou, eles adquiriram respeito entre público e crítica, já foram sondados para vir ao Brasil e agora lançam seu segundo cd, no próximo dia 23, intitulado Loyalty to Loyalty. Aqui estão presentes as influências de TOM WAITS, BOB DYLAN, JEFF BUCKLEY & VELVET UNDERGROUND que tornaram o grupo respeitado pela beleza das melodias aliadas ao ótimo vocal de Nathan Willet. O disco abre com Against Privacy, que logo em seu começo já deixa o ouvinte com um sorriso de orelha a orelha. Every Valley is not a Lake é outra destaque da abertura, pois o piano e a voz de Nathan dão a essa canção um clima grandioso e intenso. Sometimes is not Right with Me mantém o clima e é candidata a melhor canção do disco. Golden Gate Jumpers, Avalanche in B, I´ve Seen Enough, Dreams old Man Dream(com seus riffs aos noventa) e Relief são outros destaques deste ótimo lançamento. Loyalty... é uma show de criatividade, personalidade e talento, demonstrando como as novas bandas podem trilhar um caminho inovador e de sucesso. Se o álbum não tem nenhuma inovação de estilos ele acerta em cheio ao fazer um rock simples, direto e muito bem trabalhado. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

quinta-feira, setembro 11, 2008

EL TEN ELEVEN- These Promise are Being Videotaped

A diversidade de estilo criados no pop/ rock moderno chega impressionar pela terminologia e variedade das classificações. Se existir um estilo denominado de post-rock/electro o melhor representante será o duo americano EL TEN ELEVEN e seu novo álbum, These Promise are Being Videotaped. Formado em Los Angeles, no ano de 2003, eles lançaram o primeiro disco, com título homônimo, em 2004, com boa receptivdade da crpitica e com comparações ao SIGUR RÓS. Em These... eles fazem uma mistura de LCD SOUNDSYSTEM, JUSTICE, KRAFTWERK & TORTOISE e criam ótimas canções para ouvir no carro ou dançar na sala de casa. Jumping Frenchmen of Maine abre o cd, com uma boa pegada e é ideal para samplers em sets de electro-rock. I Like Van Halen Because my Sister Says They are Cool & Fat Gym Riot, além dos ótimos títulos, apresentam o poder instrumental do duo e trazem a mescla certa entre rock viajante e eletrônica. K10 tem um ritmo suingado, emendado por Paranoid Android, ótimo cover para essa clássica música do RADIOHEAD. Numb Tooth encerra disco em um ritmo frenético , sendo outra ótima pedida para o set de uma festa ácida. um bom lançamento para quebrar o preconceiito em relação ao rock instrumental e apontar novos caminhos as bandas que seguem a linha do post-rock. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

terça-feira, setembro 09, 2008

MESA

Dentre as mais variadas bandas postadas aqui no blog nunca dediquei um espaço aos sons feitos em terras lusitanas, o que é uma injustiça. Bandas como ORNATOS VIOLETA fazem um som muito bom e que merece ser conhecido no Brasil. E outra grupo ben interessante é o MESA, banda formada em 2000 e que faz um pop competentíssimo. Comandados pela vocalista Mônica Ferraz(considerada uma das vozes de destaques na música portuguesa) e pelo baterista João Pedro Coimbra, a banda está lançando seu terceiro cd Para Todo Mal. Com canções redondinhas para a voz doce de Mônica, essa banda deve agradar em cheio aos fãs do LUDOV. Abaixo o vídeo de Estrela Cadente, um dos destaques do novo álbum. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Estrela Cadente



domingo, setembro 07, 2008

LOVEDRUG- The Sucker Punch Show

Várias vezes já comentei que a qualidade de um disco depende essencialmente dos tímpanos do ouvinte e, mais uma vez, repito isso para o novo cd da banda americana LOVEDRUG, que lançará em outubro seu terceiro álbum, intitulado The Sucker Punch Show. Formado em 2002, na cidade de Ohio, eles começaram a atenção do público por sua veia nos anos 90, confirmada dois anos depois com o primeiro lançamento, o álbum Pretend You´re Alive. O segundo disco da banda, Everything Starts Where it Ends, obteve ótima repercussão de crítica e público e colocou o LOVEDRUG como um dos expoentes do indie americano. O grupo tem influências de bandas como NIRVANA & MODEST MOUSE para criar um pop/rock elegante, beirando ao "sujinho" em alguns momentos. Let it All Out abre o disco com refrão e riffs grudentos. Blood Like tem uma pegada pop-radiofônica. Every One Needs a Halo tem riffs que lembram o NIRVANA em Incenticide assim como The Dirtiest Queen. Outros destaques são Fake Angels, Panicked Witness e Dying Days. No geral The Sucker... é um bom disco, inferior ao seu antecessor, e nada mais, com algumas canções cansativas e outras capazes de colocar os rapazes novamente na parada da BillBoard. Deize seus tímpanos decidirem sobre a qualidade do disco. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

terça-feira, setembro 02, 2008

VOLCANO- Paperwork

Se seus ouvidos são simpáticos a novos sons(acredto que sim, pois esse é o motivo de você visitar o blog), prepare-se para ou vir um dos discos mais nervosos e alucinados do ano. Falo de Paperwork, segundo álbum da banda VOLCANO, formada na cidade de Chicago no ano de 2002 e que lançou seu primeiro cd, Beatiful Zeizure, no ano seguinte, tendo ótima receptividade de público e crítica. Com influências no noise do SONIC YOUTH, elementos da obra do mestre FRANK ZAPPA e com os pés no melhor do pós-punk dos anos 80 eles conseguem criar um som entre o caos, o êxtase e a serenidade para romper com uma certa padronização do indie americano atual. Performance Evaluation Shufle abre o disco em grande estilo com seu clima nervoso, carregado nos vocais líricos intensos e na parede de noise sonoro. Tension Loop parece saída da cena de Manchester do início dos anos 80. Slow Jam, 78 Oil Crisis(com seus mais de 7 minutos de doideras), Sweet Tooth, Astronomer´s Ballad(com um clima do início do PINK FLOYD) & Palimpsests são outros destaques do cd. Um ótimo cd para testar sua diversidade musical, lembrando em alguns momentos bandas como o COMETS ON FIRE, e aonde o limite entre o belo e o monotono está constantemente sendo testado. Fugindo dos padrões e ao mesmo tempo aproveitando o melhor de suas influências esse trio americano fez um dos lançamentos mais surpreendentes e interessantes do ano. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

domingo, agosto 31, 2008

CATO SALSA EXPERIENCE

Em meio a tantas novidades que aparecem diariamente fico sem tempo para indicar outros grupos interessantes e seus discos mais interessantes ainda. É o caso dos noruegueses do CATO SALSA EXPERIENCE, e seu rock garageiro altamente recomendável. Com o primeiro cd lançado em 2002 eles tiveram reconhecimento internacional em uma espécie de cena pós- CARDIGANS. Seus cds trazem ótimos riffs e canções no melhor estilo de bandas como MC5 e NEW YORK DOLLS. Confiram o vídeo abaixo e anotem que em Oslo não existe somente o "True Norwegian Black Metal". Boa diversão.


Deadbeat

quinta-feira, agosto 28, 2008

FUJIYA & MIYAGI

O grupo FUJIYA & MIYAGI, que recentemente esteve tocando no festival Motomix, está preparando seu terceiro cd, intitulado Lightbulbs. Formado em 2000, na cidade inglesa de Brighton, a banda faz um som eletrônico(das décadas de 90 e 00) com influências do Krautrock de grupos como CAN & NEU!. Seu segundo cd, Transparent Things de 2006, obteve destaque nas listas de melhores do ano de importantes sites(como o da Rádio WOXY) e projetou o grupo para além das terras britânicas. Lightbulbs não repete o êxito de seu antecessor mas tem ótimas músicas, como você pode conferir no vídeo de Knickerbocker. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Knickerbocker

terça-feira, agosto 26, 2008

OF MONTREAL

Uma das bandas preferidas desse blog está com novo disco circulando pelos sites da net. Falo do OF MONTREAL, grupo americano formado no meio dos anos 90 e que emergiu junto ao Elephant 6 para ser um dos destaques do indie americano. Seu mais novo cd, intitulado Skeletal Limping, traz a pitada certa de melodias pop grudentas e viagens psicodelicas delirantes, na linha de uma mistura entre BEE GEES & MUTANTES. A abertura com Nonperial of Favor já mostra uma banda muito afiada e disparando as mais varidas sonoridades, sem deixar de cuidar das melodias. Outros destaques são An Eluardian Instance, Gallery Piece, Plastis Wafers & Mingusings. O vídeo abaixo mostra um pouco da qualidade da banda. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Suffer for Fashion


domingo, agosto 24, 2008

THE PLASTIC COSTELLATION- We Appreciate You


Há uns 15 anos atrás comentar no Brasil um disco lançado em abril nos EUA era estar super-atualizado. Nos tempos de internet o período de quatro meses é um verdadeiro abismo e, para alguns, chega a ser inadmíssivel só agora você escutar o que já circula "há um tempão". Mas como boa música não tem prazo de validade, a dica de hoje vai para os americanos do THE PLASTIC COSTELLATION e seu mais recente cd lançado em abril, intitulado We Appreciate You. Formada em 1995, na mitológica Minneapolis, por Jeff Allen & Aaron Mader que tinham em comum o gosto por bandas indies. Após estabilizar a formação como quarteto o PLASTIC começou a fazer shows e a chamar atenção do público roqueiro da cidade. Com influências de PAVAMENT, WEEZER & THE COMMON a banda consegue mistura a garra nas interpretações com criatividade para criar um "punk/pop/caótico"(se é que isso existe). Stay the Way, Black Naret Pandas & Floated Down and Flew Around abrem o álbum e são uma das nelhores sequências inicias do ano, ao unir caos, melodia e originalidade. Flames and Rain e Disastrophe tem riffs de guitarras nervosos e caóticos. Outros destaques são Hardland/Heartland, Phanton Canyon e So many Friends. A mistura de energias punk e intensidade do rock art faz We... ser um bom cd que, além de ter passado em branco, marca um, triste momento para os fãs, intervalo indefinido(a la LOS HERMANOS) nas atividades da banda. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

quinta-feira, agosto 21, 2008

THE TUNICS

A cena indie inglesa é uma fábrica de novidades, mesmo que essas novidades deixem aquela sensação de "já ouvi isso ontem". É o caso do trio THE TUNICS, que lançou em junho o seu primeiro cd, intitulado Somewhere in Somebody´s Hearts. Seguindo o estilo do ARCTIC MONKEYS(e todos seus derivados), eles fizeram um disco convencional, com riffs grudentos, baladas e uns dois ou três hits para figurarem na Track of the Week da NME. Não é uma salvação ou inovação, mas pode ser um aperitivo para o final de semana que se aproxima. Abaixo uma mostra da sonoridade da banda. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Shine On



domingo, agosto 17, 2008

THE UPSIDEDOWN- Human Destination

Ao ouvir um novo cd das bandas que estão lançando trabalhos inéditos(e são vários) tenho aquela dúvida criel: esse disco é mera cópia de bandas passadas ou tem alguma criatividade? Essa pergunta deve ser comum a vários leitores do blog, mas recomendo que a esqueçam, e a razão para isso é simples: se o álbum trouxer boas canções e uma banda com pegada ouça pois algum prazer você terá(nem que seja o de conhecer algo novo e legal). Aqui coloco o sexteto de Portland(quase desconhecido do grande público) UPSIDEDOWN, que está lançando seu segundo disco, intitulado Human Destination. Formada em 2003, a banda chamou a atenção de público e crítica no ano seguinte ao lançar seu disco de estréia, Trust Electricity. Com influências da psicodelia sessentista do STRAWBERRY ALARM CLOCK e do som oitentista do ECHO & BUNNYMEN e LOVE AND ROCKETS eles conseguem criar belas melodias que funcionam muito bem nas rádios e, até, nas pistas de dança. If You Are Hell Girl abre o disco em um clima country-rock. A faixa-título mostra o lado oitentista da banda. com destaque para os vocais de J-sun Atoms. Light mantém o clima da faixa anterior e é perfeita para mostrar como Daniel Ash(guitarrista do LOVE & ROCKETS) influenciou a banda. Outros destaques são Halo, Black Rainbow, Before Remember(bela balada), For That so Betty Rose & Hey Man I´m Kissing the Angels Shoes. Um disco recheado de boas canções, ideal para comprovar a idéia que falei no início. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

terça-feira, agosto 12, 2008

VAN SHE

A Austrália sempre teve tradição no cenário do rock mundial pelo número de excelentes bandas reveladas na cena roqueira. E o quarteto VAN SHE, formado em Sydney em 2005, gerou a expectativa de manter essa tradição. O primeiro lançamento da banda foi em 2005(o Ep homônimo) e eles chamaram a atenção com um pop oitentista, com influências de new wave e post-punk, ideal para pistas de dança e trilha de filmes da sessão da tarde. Seu primeiro cd, V,saiu no último dia 09 e é irregular, tendo bons momentos em músicas como Cat & the Eye, It Could be the Same, The Sea, Kelly e Strangers que merecem figurar em um bom set list para as pistas de electro-rock. Para uma prévia dois vídeos da banda.O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.

Changes







Kelly

domingo, agosto 10, 2008

LOTO BALL SHOW- Levy on the Eyeway

Nem só de pop grudento vive um fã de música. As inovações e experimentalismo sempre são bem vindas, ainda mais quando destoam de padrão estabelecido e fazem misturas estranhas e agradelvemnte criativas. O cd do grupo americano LOTO BALL SHOW, cujo título é Levy on the Eyeway, enquadra-se perfeitamente na categoria surpresa superinteressante. Formado quando vocalista LOTO BALL deixou a banda californiana THE PHANTOM LIMBS, em 2005, e resolveu morar em Chigago para trabalhar com músicos locais e atuar na cena artística da cidade. Após um período de shows ele reuniu seis músicos para dar vida ao LOTO BALL SHOW, que funciona com uma mistura de post-punk, industrial, jazz de vanguarda, sintetizadores e metais, com letras soturnas e angustiadas. Esse caldeirão todo tem como resultado um disco intensivo e nervoso, nos quais os vocais a la NICK CAVE de LOTO dão as músicas uma personalidade muito peculiar. Dead Kiss abre o disco num clima ska/hardcore, mostrando o que virá na sequência. I Can Be Your Eyes mostra uma pegada mais punk, enquanto Poseidon Waltz é uma ponte entre o punk e o post-rock, para figurar na trilha sonora do fim do mundo. Hoodlims, I Saw Your Eyes & Oriental Danzig são outros destaques do álbum. Um lançamento que você deve baixar para ver como seus ouvidos reagem a canções nervosas, com andamentos estranhos. Seguramente esse será amado ou odiado, mas não passará desapercebido por ser mais um na multidão de lançamentos que inundam nosso HDs. O link para baixar está nos comentários. Boa diversão.