quinta-feira, agosto 30, 2007

HILLY KRISTAL


Os últimos dias tem sido de luto no rock mundial. Tony Wilson, descobrir do JOY DIVISION e um dos ícones da chamada "cena de Manchester", morreu no último dia 10 e deixou um legado tremendo as futuras gerações do rock. Na terça- feira passada morreu Hilly Kristal, fundador de um dos templos sagrados do rock novaiorquino, o CBGB. Fundado em 1973 o local, que era para ser um divulgador do Country, acabou entrando para a história como o palco que viu nascer o punk e por onde passaram bandas como RAMONES, TELEVISION, PATTI SMITH, BLONDIE & TALKING HEADS, só para citar alguns, e que, infelizmente, encerrou suas atividades no ano passado, após longas batalhas contra a especulação imobiliária. Tanto Wilson como Kristal foram importantíssimos na história do rock sem tocar uma música ou compor um hit, mas transpirando algo essencial ao estilo: a paixão. Sem suas presenças e influências provavelmente milhares de garotos deixariam de montar bandas e subir aos palcos para ocupar funções em corporações, bancos ou nos corredores dos fóruns do mundo. Aqui fica um muito obrigado a ambos. It´s only rock´n roll, but we like it.

Um comentário:

Daniel disse...

Bah Catatau, há dias eu tinha ficadao sabendo da morerte do Toni e quase não teve notícia. Uma oportunidade de rever ele e a história dele é no filme 24H party people, passou nos cinemas aqui em Porto mas acho que não saiu em DVD. O Tomy Wilson aparece sorrateiramente no filme. É um dos melhores filmes que eu vi sobre música, é dirigido pelo Michael Winterbotton, um baita direttor inglês. Tem cenas fantásticas como uma explicação do surgimento dos DJ. Baixa isso da internet, é um filme essencial. Bah é um baita filme, esses tempos até teve uma sessão comentada pelo Carlinhos da Bidê ou Balade aqui em porto.
Abraço
Deco Pedrollo